Para se fazer a intermediação com níveis mais rápidos de resposta entre um operador de processo e um dispositivo de armazenamento dentro de um sistema, os Servidores de Cache são fundamentais.

Atualmente há vários tipos, e são usados em:

Processadores;

• Discos Rígidos;

• Sistemas;

Servidores;

• Placas Mãe;

Clusters para banco de dados.

O usuário notará grande vantagem quando for utilizar:

• processadores, pois são os caches que disponibilizam dados que já foram pedidos e outros a processar;

• navegadores, pois quando há busca constante em determinado site, tais informações também já estarão guardadas ali;

• em redes de computadores, pois independente se o acesso for externo, isso fará com que o proxy roteie os IPs externos, ou seja, fora dos parâmetros da rede. Isso consome menos banda e agiliza o processo de navegação;

• configurados pelo próprio administrador, os servidores poderão ter tamanho distintos. Isso dependerá da quantidade de page views contida nos mesmo.

COMO FUNCIONAM OS SERVIDORES DE CACHE?

Para acessar a maioria dos sites, o navegador faz uma conexão com bancos de dados e os servidores reenviam as informações em formato HTML para o navegador. Com a utilização dos servidores de cache, o tempo de resposta e de processamento destes dados se torna mais rápido.

Caso você acesse um site que já utilize determinada informação contida em outra página, como uma fonte ou algum logo, o navegador aproveita estes “pedaços” no momento do carregamento, independentemente se a visita naquele site ocorre pela primeira vez. Estes também são conhecidos como Proxys.

Existe outra variação chamada DNS, que não só guarda as informações, como também reconhece e relaciona o “endereço nominal” do site com o endereço de IP.

Portanto, servidores de Cache configurados com exatidão, beneficiam usuários e provedores em diversas situações como acessos mais rápidos e um consumo de banda menor, fazendo com que o relacionamento entre empresa e cliente seja mais vantajoso.

O QUE É UM DATA GRID?

Basicamente um Data Grid gerencia dados de aplicativos de diversas formas, como poderemos verificar abaixo:

• Oferece tempo de resposta mais rápido e com menor latência, pois armazena suas informações em memória RAM;

• Estabelece informações sincronizadas de diferentes servidores, para que haja maior confiabilidade nas informações que estão sendo processadas;

• Pode ser utilizado como banco de dados NoSQL, cache distribuído e broker de eventos.

Um exemplo mais interessante e usual dos Data Grids, são nos e-commerces, pois estes sites lidam com dados transitórios como nas sessões de carrinho de compras. Os resultados são vistos não só no que diz respeito a melhor desempenho como também em menores custos operacionais.

Por fim, vale ressaltar que o Data Grid é fundamental para a velocidade (há uma infinidade de atualizações de dados em memória por segundo), variabilidade (muito parecidos com os suportes de armazenamento de NoSQL) e volume (fornecendo terabytes de dados de armazenamento e com tempo de resposta ágil, somado a uma análise instantânea).

Caso tenha outras dúvidas a respeito dos Servidores de Cache ou Data Grid, entre em contato conosco!